Home > > Aquário do Rio São Francisco inaugura visitação no período noturno

Aquário do Rio São Francisco inaugura visitação no período noturno

Publicado em 12 de junho de 2013

aquc3a1rio-do-rio-sc3a3o-franciscoAssim como acontece no Aquário de Ubatuba, desde a última sexta-feira, dia 7 de junho, a Fundação Zoobotânica de Belo Horizonte (MG) ampliou o horário de funcionamento e passou a oferecer ao público a oportunidade de fazer visitação no período noturno, das 19h às 22h, ao Aquário Temático – Bacia do Rio São Francisco.

Este aquário, que possui 22 tanques de água doce e cerca de 60 espécies de peixes, como piranhas, surubins, dourado, entre outros, foi inaugurado em 2010 e recebeu consultoria técnica da Terramare, empresa responsável pelo estudo de viabilidade econômica, projeto executivo e acompanhamento da obra.

“Consideramos um dos projetos mais especiais que realizamos por se tratar da execução do primeiro aquário de visitação pública do Brasil a se dedicar exclusivamente à recuperação da Bacia de um Rio, no caso o Rio São Francisco, e sua importância para o país”, comenta o oceanógrafo Hugo Gallo, diretor-executivo do Aquário de Ubatuba e da empresa Terramare.

A visitação noturna ao Aquário do Rio São Francisco ainda é experimental e visa permitir à população conhecer os hábitos noturnos de algumas espécies, como o pacamã e o surubim, que ficam mais parados durante o dia e apresentam comportamento mais agitado durante a noite, por exemplo.

Sobre a Terramare:

Fundada há mais de 15 anos, a Terramare é uma empresa parceira do Aquário de Ubatuba, especializada em serviços de Consultoria para Projetos, Construção e Operação de Aquários de Visitação Pública. Desenvolve soluções criativas e inovadoras para novos trabalhos e para revitalização de recintos aquáticos e semiaquáticos. Seus projetos aliam turismo, pesquisa, educação e desenvolvimento econômico à conservação ambiental. Sua inspiração são os ambientes naturais para o planejamento de recintos que proporcionem o máximo de bem estar aos animais, promovam a imersão do visitante no ecossistema representado, proporcionem momentos de lazer e, ao mesmo tempo, estimulem atitudes sustentáveis.

Videos