Home > > Instituto Argonauta é eleito para representar o Conselho Gestor da Área de Proteção Ambiental Marinha do Litoral Norte

Instituto Argonauta é eleito para representar o Conselho Gestor da Área de Proteção Ambiental Marinha do Litoral Norte

Publicado em 25 de abril de 2013

foto-aline-bNa tarde de hoje, a diretoria do Instituto Argonauta para a Conservação Costeira e Marinha tomou posse de uma das vagas do Conselho Gestor da Área de Proteção Ambiental Marinha do Litoral Norte (APAMLN) e Área de Relevante Interesse Ecológico de São Sebastião (ARIESS) para o biênio 2013/2014. A cerimônia aconteceu no Centro de Visitantes do Parque Estadual da Serra do Mar – Núcleo Caraguatatuba.

O Conselho Gestor da APA Marinha é formado por 24 titulares e 24 suplentes, sendo metade de seus representantes indicados pelos órgãos dos governos estadual, federal e municipais e outra metade pelos membros da sociedade civil, que garante a participação de 12 titulares e 12 suplentes divididos em representantes dos setores de ambientalistas, pescadores profissionais, armadores de pesca, maricultores, pesquisadores, iateclubes, marinas, hotéis, agências náuticas, esportistas e associações de classe.

Com uma área total de 316,2 mil hectares, a área de Proteção Ambiental (APA) Marinha do Litoral Norte foi criada pelo governo do Estado de São Paulo com o objetivo de proteger a biodiversidade marinha e os cenários naturais da região, garantindo, ainda, as condições necessárias às comunidades caiçaras, que têm como principal fonte de renda a pesca. Esta APA também protege o entorno dos Parques Estaduais da Serra do Mar, da Ilha Anchieta e de Ilhabela.

“Este ano o Instituto Argonauta completa 15 anos de atuação em defesa da preservação costeira e marinha e tomar posse no Conselho da APA reafirma o compromisso da entidade de preservar o meio ambiente, de maneira a colaborar para que o manejo dos recursos naturais aconteça de forma equilibrada, justa e sustentável, com o apoio e consenso da sociedade e dos órgãos públicos”, afirma Hugo Gallo, oceanógrafo e diretor-presidente do Instituto Argonauta.

Também esta semana, a diretoria do Instituto Argonauta  assumiu suplência no Conselho Municipal de Meio Ambiente de Ubatuba, SP, em eleição realizada dia 23 de abril na Secretaria do Meio Ambiente. Os eleitos foram: Fundação Centro Brasileiro de Proteção e Pesquisa das Tartarugas Marinhas (TAMAR), Instituto da Árvore, Instituto de Permacultura e Ecovilas da Mata Atlântica (Ipema) e Associação Sócio Ambientalista Somos Ubatuba (ASSU).

Sobre o Instituto Argonauta

O Instituto Argonauta para a Conservação Costeira e Marinha é uma organização não governamental sem fins lucrativos, fundada em julho de 1998 pela Diretoria do Aquário de Ubatuba. Tem como objetivo, o desenvolvimento e o apoio à cultura e educação com ações de conservação ambiental, defesa, elevação e manutenção da qualidade de vida do ser humano e do meio ambiente. Está sediado em Ubatuba, atua em parceria com o Aquário de Ubatuba e mantém convênio com a Petrobras desde outubro de 2011.

Videos